Quem não gosta de uma xícara de chá quente e saboroso em um dia frio de inverno ou de uma bebida refrescante que lhe dá energia para começar o dia de folga logo pela manhã? Esta é uma das razões porque o chá verde é popular em todo o mundo. E não é simplesmente uma bebida saborosa, mas também é famoso por seus muitos benefícios à saúde.

Alguns dos benefícios para a saúde

      • Melhorar a função do sistema imunológico, protegendo contra os oxidantes e radicais livres que enfraquecem o sistema defensivo natural do corpo.
      • Impedir que células normais se tornem cancerosas.
      • Suprimir a formação e o crescimento de tumores.
      • Ajuda a regular os níveis de colesterol.
      • Diminuir o risco de derrame, tornando as plaquetas sanguíneas menos "pegajosas".
      • Ajuda a controlar a pressão arterial.
      • Ajuda a controlar os níveis de glicose.
      • Auxiliar na perda de peso, bloqueando a quebra de amido.
      • Afastar os vírus, fungos e bactérias que são senis.
      • Combater os germes na boca que causam cáries e mau hálito.
      • Abrandar o processo de envelhecimento.

Por que ela é tão valiosa para nossa saúde?

A solução é simples: polifenóis. Os polifenóis são compostos químicos que ocorrem naturalmente em certas frutas e vegetais, batatas, alho e alguns outros alimentos. Um subgrupo desses polifenóis, os catequinas, são especialmente poderosos combatentes de doenças e poderosos antioxidantes que têm muitos efeitos benéficos, desde a prevenção da deterioração dos alimentos até a prevenção do desenvolvimento do câncer. As catequinas estão presentes no vinho, nas folhas de Ginkgo biloba, e na casca de pinheiro, mas são as que apresentam a melhor quantidade em folhas de chá fresco.

A catequina mais importante do chá verde é chamada Epigallocatechin Gallate (EGCG), um poderoso antioxidante. A EGCG é mais de 200 vezes mais forte que a vitamina E na neutralização dos pró-oxidantes e radicais livres que atacam os lipídios no cérebro.

Como o chá verde ajuda na perda de peso?

Em um estudo realizado na Universidade de Birmingham (Reino Unido), foi revelado que as taxas médias de oxidação de gordura foram 17% mais altas após a ingestão de Chá Verde Extrato do que após a ingestão de um placebo. Da mesma forma, a contribuição da oxidação de gordura para o gasto total de energia também foi consideravelmente maior em um percentual semelhante após a ingestão de Extrato de Chá Verde.

Dentro de um estudo, os pesquisadores mediram o gasto energético de 24 horas de 10 homens saudáveis recebendo três doses de cafeína (50 mg), Extrato de GreenTea (contendo 50 mg de cafeína e 90 mg de EGCG), ou um placebo 'dummy' todos os dias. Os autores do estudo relatam que, em comparação com placebo, o tratamento com GreenTea foi correlacionado com um "aumento significativo" (+4%) no gasto diário de energia. Este efeito não estava ligado às quantidades relativamente pequenas de cafeína encontradas no chá, porque os sujeitos que recebiam quantidades de cafeína como as encontradas no chá verde não apresentavam nenhuma mudança na produção diária de energia.

Foi salientado que existem apenas duas maneiras de se deixar cair gordura: "reduzir o consumo de energia (isto é, dieta), ou aumentar o gasto de energia". Com base em sua análise, a infusão GreenTea parece desempenhar esta última função, mesmo que os mecanismos por trás de suas ações permaneçam pouco claros.

Outro benefício digno de ser levado em consideração é que o GreenTea Extract não aumentou a freqüência cardíaca dos sujeitos, os investigadores observam. Isto pode tornar o chá verde superior às drogas estimulantes da dieta, que podem ter efeitos cardíacos adversos, especialmente em indivíduos obesos com hipertensão e outras complicações cardiovasculares.

Conclusão

Você deve ter notado que a pesquisa acima de tudo menciona o Extrato de GreenTea e não apenas o chá verde. Há muitas razões pelas quais a infusão do chá verde é aconselhada. Para começar, ela inclui uma maior concentração de todos os elementos benéficos do chá verde. Por exemplo, algumas gotas de extrato de chá verde contêm a mesma quantidade de polifenóis que 12 xícaras de chá. Outra questão a ser levada em consideração é como os métodos de produção utilizados na produção do chá verde não apenas mudam o sabor, o aroma e a qualidade da bebida final, mas também mudam a forma como o chá pode afetar seu bem-estar.

Artigo anteriorVocê conhece o ingrediente secreto do chá verde?
Próximo artigoPrecisa de ajuda para envelhecer? Dê uma chance ao Chá Verde!